Diabetes: Por que você não deveria tomar café em jejum, segundo este estudo


Uma xícara de café forte antes do café da manhã pode ser bastante prejudicial, diz pesquisa (Foto: John Schnobrich / Unplash)

Acordar e sentir aquele cheirinho de café recém-passado é muito bom, né? Mas, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Bath, no Reino Unido, tomar a bebida em jejum pode ser prejudicial para o controle dos níveis de açúcar no sangue, principalmente depois de uma noite maldormida. O estudo foi publicado no periódico British Journal of Nutrition.


Para fazer as análises, foram recrutados 29 homens e mulheres saudáveis que se submeterem a três experimentos noturnos, em ordem aleatória: em um deles, os voluntários tinham uma noite normal de sono e tomavam café da manhã ao acordar; em outro, as pessoas eram acordadas a cada hora, por cinco minutos, e tinham que tomar um pouco de café com açúcar, assim como quando se levantavam pela manhã; no terceiro cenário, os parcitipantes também tinham o sono interrompido durante a noite, mas ingeriam café sem açúcar, e ao saírem da cama no dia seguinte consumiam a bebida 30 minutos antes do desjejum.


Amostras de sangue dos participantes foram coletadas após cada um desses testes. O estudo mostrou que o café forte sem açúcar, consumido antes do desjejum, aumentou em cerca de 50% a glicose no sangue durante a refeição matinal.


“Esses resultados mostram que uma noite de sono interrompido por si só não piora a resposta de glicose e da insulina dos participantes ao café açucarado em comparação com uma noite normal de sono. No entanto, começar um dia após uma noite de sono ruim com um café forte teve um efeito negativo no metabolismo da glicose em cerca de 50%", interpreta Harry Smith, principal autor da investigação, em nota.


O melhor jeito de tomar café


Embora pesquisas em nível populacional indiquem que o café possa estar relacionado à boa saúde, alguns estudos anteriores demonstraram que a cafeína tem o potencial de causar resistência à insulina, o que pode levar ao diabetes.


“Sabemos que quase metade de nós acorda pela manhã e, antes de mais nada, toma uma xícara de café. E intuitivamente, quanto mais cansados ​​estivermos, mais forte é o café”, analisa James Betts, coordenador do Centro de Nutrição, Exercício e Metabolismo da Universidade de Bath e supervisor do trabalho.


A boa notícia é que dá para contornar a situação comendo primeiro e bebendo café depois. De qualquer forma, mais estudos como esse são necessários.


"Também há muito mais que precisamos aprender sobre os efeitos do sono em nosso metabolismo, como quanto a interrupção do sono é necessária para prejudicar o metabolismo e quais são as implicações de longo prazo nessa prática. Também é importante saber quais exercícios poderiam ajudar a combater isso", completa Smith.


Por: Redação Galileu

Em: https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Saude/noticia/2020/10/por-que-voce-nao-deveria-tomar-cafe-em-jejum-segundo-este-estudo.html


Método mpant®
LogoNovoTransparente.png
Blog9.png

© 2017 por mpant®